SMART AMAZONIA

Incentivando Economias Sustentáveis. Recuperando o Planeta.

missão Saúde, Educação & Prevenção na Amazônia

Ajudando quem mais precisa

Numa ação inédita chamada “Missão Saúde no Marajó”, o Pro Natura International em intervenção alinhada com a Secretaria de Saúde de Curralinho irá marcar o início de uma mudança de paradigma na saúde dos ribeirinhos. Em parceria com a agência, Volunteer Vacations, serão deslocados para Curralinho, na ilha do Marajó, estado do Pará, em pleno ambiente amazônico, um grupo de pesquisadores e de médicos voluntários que de forma colaborativa com a população, Secretaria da Saúde e outras entidades locais, irão atuar no atendimento médico, bem como em ações de educação e prevenção.

O QUE SERÁ FEITO?

As soluções que propomos são centradas na comunidade e incluem várias ações simultâneas. Estão previstos mais de 500 atendimentos médicos individuais, serão promovidas diversas oficinas para a sensibilização do Auto-Cuidado, atendendo ao elevado número de casos de doenças diarreicas derivadas do consumo de água contaminada. Igualmente serão realizadas ações de capacitação dos líderes locais e reforço de formação para os agentes de saúde que atuam na região, sob as orientações do Dr. Luiz Vilanova, médico também pelos Médicos sem Fronteira, com inúmeras experiências e missões ao redor do mundo.

INCLUSÃO DIGITAL

Ainda parte desta missão, iremos realizar uma pesquisa para inclusão digital com o objetivo de traçar um plano de atuação futura, sobre o uso de plataformas digitais adaptadas ao modo de vida amazônico, que torne mais eficiente o trabalho em campo dos agentes de saúde. A adoção do uso dessas tecnologias viabiliza a facilitação de acesso à informação, a análise e a coleta de dados, bem como a modernização dos processos, subentendendo uma redução significativa de custos operacionais.
Numa região onde a geografia é altamente penalizadora por conta de barreiras logísticas, a utilização de ferramentas tecnológicas será a solução de muitas questões, podendo facilitar o acesso a muitos serviços, imprescindíveis a população ribeirinha como a saúde.

NÚMEROS Da MISSÃO

pequenos gestos, grandes impactos

A Missão Saúde no Marajó irá decorrer em maio deste ano e necessita de apoio no valor de 60.000 US$ (sessenta mil dólares, ou seja, 330.000 R$ (trezentos e trinta mil reais), para cumprir todas as metas que se propõe.
Contribuindo com esse valor, você apadrinhará uma das mais importantes experiências de mudança de operacionalização do setor da saúde em uma comunidade amazônica com o IDH dos mais baixos do Brasil, que poderá vir a ser um modelo de sucesso escalável para outras comunidades.

Qual é a mudança social e o impacto que propomos

Sensibilização, alfabetização sanitária, prevenção. Cada membro da comunidade está habilitado a responder aos desafios identificados. Ao reforçar o sentido de pertença, fazemos com que as pessoas se preocupem. Ao envolver a comunidade nesta ação, tornamo-las responsáveis e agentes da sua própria causa, enfatizando o papel da agência.
Estamos certos de que nossa intervenção em concordância com os objetivos propostos pela atual Secretaria Municipal de Saúde, irá marcar o início de uma mudança de paradigma na saúde dos ribeirinhos! Essa será a primeira de outras missões cujo objetivo será criar as condições necessárias para facilitar o acesso à saúde.

carácter de urgência

A pandemia do COVID-19 na sua grandeza de afetação, veio enfatizar ainda mais as inúmeras discrepâncias e fragilidades com as quais as sociedades já se deparavam há anos e as comunidades vulneráveis são ainda afetadas face ao quadro de incertezas que estamos enfrentando.
Tratando-se de uma região cuja principal fonte de rendimento é a atividade extrativista, os impactos da pandemia provocados diretamente sobre as cadeias de agricultura familiar representam por um lado, a perda de uma importante fonte de alimentos, por outro lado, também representam uma perda da capacidade do sustento dos próprios agricultores que em situação de vulnerabilidade, sujeitam-se à dependência, à busca de atividades econômicas alternativas, ao êxodo rural e à consequente urbanização precária.

interessado em fazer parte dessa mudança?

Empresas brasileiras, poderão se beneficiar de isenção fiscal de acordo com a lei 9249/1995-decreto 3.000, no qual refere que doações feitas por empresas tributadas pelo lucro real, são dedutíveis do imposto de renda apurado até o limite de 2% do lucro operacional, antes de computada a doação.
Empresas com sede nos USA, o Pro Natura International possui status de certificado 501 (C) (3) do código de imposto de renda do Internal Revenue Services (IRS), o que permite que as doações possam ser deduzidas no imposto de renda. Para pessoa física a dedução pode ser de até 50% de sua renda bruta ajustada. Já pessoa jurídica, pode deduzir até 10% da renda sujeita a impostos, antes de descontar o investimento com finalidades filantrópicas.